Deyvid Bacelar, coordenador geral da Federação Única dos Petroleiros (FUP)

Com a presença de José Dirceu, ex-ministro chefe da Casa Civil no primeiro mandato do presidente Lula, a Federação Única dos Petroleiros (FUP) realiza nesta segunda-feira (3), às 15h, um debate sobre “Transição Energética e Democracia Inclusiva”, no auditório do Real Classic Bahia Hotel (Rua Fernando Menezes de Goes, 165, Pituba).

“Vamos debater a refinaria verde que deverá ser instalada no Polo Petroquímico de Camaçari, aproveitando as potencialidades que a Bahia tem. Especialistas indicam que a Bahia tem uma das melhores condições para abrigar essa refinaria, que vai atrair investimento para o Brasil e indústrias para a Bahia”, informa Deyvid Bacelar, coordenador geral da Federação Única dos Petroleiros (FUP), que, nos últimos anos, vem defendendo a necessidade de uma mudança gradativa do uso de combustíveis fósseis para os combustíveis verdes ou energias renováveis, como a eólica e a solar.

Segundo Bacelar, a Petrobras já ampliou a quantidade de recursos disponibilizados para a transição energética. “O governo anterior investia menos de 1 por cento na energia renovável, mas tivemos agora uma ampliação para mais de 10 por cento de todo o investimento para essas energias”, aponta Bacelar, destacando que “mais de US$10 bilhões estão sendo investidos em energias renováveis”.

Para o coordenador da FUP, o Brasil não deve produzir o hidrogênio verde como mais uma das commodities que o país exporta. “Precisamos ter uma indústria nacional gerando emprego e renda no país de modo que os combustíveis verdes possam ser gerados aqui, a exemplo da querosene verde para abastecer as aeronaves, o metanol que será exigido para os navios, substituindo o óleo diesel, ou a amônia verde que será utilizada na agroindústria brasileira e agricultura familiar”, destacou.

Fonte: Política Livre

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

catorze − cinco =