A falta de participação popular, de atenção à zona rural e aos moradores de conjuntos habitacionais do Minha Casa Minha Vida, que sofrem com a ineficiência da administração municipal na manutenção e limpeza adequadas desses espaços, bem como políticas públicas efetivas na cidade, foram algumas das principais problemáticas levantadas por entidades, sindicatos e movimentos sociais durante o encontro com o Movimento União por Feira, da base aliada (PT, PCdoB, PV, PP, PSOL, Rede, Avante, Podemos, PSB, PSD e MDB)

ao pré-candidato a prefeito Zé Neto.

No encontro, que foi realizado no auditório do Restaurante Kilo Grill e contou com a presença de diversas representações ligadas à Central Única dos Trabalhadores (CUT), Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Movimento de Organização Comunitária (MOC), União por Moradia

, Movimento Negro Unificado (MNU), dentre outros, Zé Neto reforçou a importância de construir uma cidade a partir dos anseios vivenciados no dia a dia de seu povo.

“Quando a gente fala União por Feira é sobre um conjunto de pessoas com a cabeça voltada para construir uma cidade melhor, de prática social e de dignidade pra nossa gente, ouvindo quem está ‘na ponta’, que são os movimentos rurais e urbanos, mulheres, negros,

entre outros. No União por Feira da Cidade Nova já tínhamos debatido a importância de termos em nossa cidade uma Secretaria Municipal de Promoção da Igualdade Racial, o que, por certo, vamos incluir em nosso programa de governo. E é isso que estamos fazendo, junto aos partidos que formam o nosso Conselho Político: dialogando com os moradores da cidade e dos distritos para construirmos uma Feira a partir do potencial que ela tem”, ressaltou.

ASCOM ZÉ NETO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

dois × três =